Anda ver a distopia qué o Crédito Social na China

Preferes ter segurança ou privacidade? O que achas de ter todos os teus passos controlados pelo governo? E se te for cortado o acesso a éne coisas porque não és um “cidadão exemplar”? Na China, já assim é.

E aqui, a continuarmos a cair nas armadilhas da retórica populista, é bem capaz de ficar igual. Já não recebes sem ter conta no banco, não passam mais de x anos sem seres obrigado a renovar o cartãozinho de identidade, o teu IP diz sempre por onde andas, não faltam câmaras na ruas, etc.

Bom, mas vamos ao que interessa. O governo chinês criou aquilo a que chama “crédito social”, ou seja, TODOS (lol) os cidadãos serão avaliados não só pelo seu comportamento em público como por dívidas ou multas. E como é que o Governo consegue isto? Com um dos mais avançados sistemas de reconhecimento facial e milhões de câmaras de CCTV. Funciona assim:

Se achas isto horrível, preferes privacidade. Se não consegues perceber que é assim que se instituiu uma distopia global de vigilância em massa, és só uma pessoa burra.

“Ai ó Zangado mas assim as pessoas que só chupam e nada contribuem pó nosso país, andavam na linha… isto quem não deve não teme!!”

… pronto pessoa burra, concordas com a grande maioria da população chinesa. Bom, da maneira que as coisas estão por lá que remédio têm eles senão dizer que “ai eu sim senhor, gosto mesmo muito que o governo saiba cada peido que dou a todo o momento”.

Deixa-me mostrar-te o que é que o Governo chinês tem em mente e até já colocou em prática

Ser banido de voar ou usar comboio

Ter a velocidade da Internet reduzida 

Proibir o acesso dos teus filhos “às melhores escolas”

Ficar automaticamente excluído de trabalhos que pagam bem

Ficar sem acesso a hotéis

Ficar sem os animais domésticos

Ter o focinho espetado em inúmeros ecrãs para que todos vejam como és um mau-cidadão

Já não parece tão fixe ‘tar protegido dos terroristas todos que as feike neuzes te vomitam dia após dia, poi não?

Mas não ficamos por aqui. Os sistemas de reconhecimento facial conseguem já, por exemplo, captar as emoções de cada pessoa e são cada vez mais utilizados em lojas e superfícies comerciais. Aliás, nos WCs públicos, se gastares mais papel do que o devido, pimba, “pontos na carta”.

“Ó ’tá bem Zangado, mas isso a nós nunca nos vai acontecer a nós, não sejas rídiculo!” claro que não NIF 12365432, de certeza que não acontece.

Querias segurança João Vítor? Então não tivesses atravessado a passadeira no vermelho, seu troglodita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo