Estado português obrigado a pagar 100 mil euros ao ex-espião Maçon Jorge Silva Carvalho

O ex-diretor dos Serviços de Informação Estratégicas de Defesa (SIED), o Maçon Silva Carvalho tem direito a receber do Estado 27 meses de salários, num valor total de cerca de 100 mil euros, de acordo com uma decisão tomada pelo Pleno da Secção de Contencioso do Supremo Tribunal Administrativo. Ufa, ai quero saber mais