Presidente da associação Raríssimas roubou 350 mil mas diz que foi uma cilada

Esta pessoa foi presidente duma associação de deficiências mentais raras. Vai-se a saber e andava a gastar aos 400 euros em spas no Brasil. Agora, deve 350 mil à associação Raríssimas. Roupas de luxo, férias e carros de alta cilindrada terão sido alguns dos bens alegadamente adquiridos com recurso a ai quero saber mais