Com 11 anos processou a mãe por ter levado um estalo

Um catraio espanhol processou a mãe porque esta lhe deu uma estalada. Eis uma nova exigência parental: cuidado, que teu filho ainda te processa.

De acordo com o relatado esta quarta-feira pelo jornal El Mundo, a progenitora foi processada pelo filho depois de lhe ter dado um estalo quando este lhe atirou o telemóvel depois de se ter recusado a preparar o pequeno-almoço.

A criança justificou esta atitude dizendo que “estava a ouvir música no seu novo telemóvel topo de gama” e que não queria ser incomodado.

Este doce alegou ainda ter sofrido abusos anteriores por parte da mãe, indicando que chegou a necessitar de tratamento médico em algumas situações.

O Ministério Público pedia, assim, que a mãe fosse condenada a 35 dias de trabalho comunitário e que lhe fosse negado o direito de comunicar com o filho durante seis meses. O que tendo em conta o feitio do puto, até era um favor que lhe faziam.

Mas o juiz José António Vázquez Taín determinou, no entanto, que “os actos foram pontuais e devido a provocação por parte do menor”.

O magistrado entendeu que a atitude da criança deve ser seguida por especialistas pois necessita de “correcção imediata”, uma vez que aparenta sinais de “síndrome de imperador”, podendo chegar a violência para com os outros.

E é isto. Estica muito a corda com os teus filhos, estica. A ver se não vais pó xilindró.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share