Chaval, a Katy Perry ’tá toda maluca!

“Espera, espera… ó Zangado, tu, um homem másculo de 30 anos, ouve Katy Perry?!” Que foi? Não posso? A miúda canta bem! E quando ando de boxers a limpar a casa é quase sempre ela a banda-sonora.

Ela beijou uma rapariga e gostou. Como também me aconteceu o mesmo, foi empatia à primeira vista. De “Hot N Cold” a “Roar” esta catraia tem cuspido musicas pop de elevada qualidade tem em conta como andam as coisas. Agora, deu uma geral no visual e deixou muita gente de boca aberta com uma coisa assim:

Não faço ideia do que estão aqui a fazer os Migos mas toda a gente sabe que a Katy gosta do seu Hip Hop e não perde por isso uma oportunidade de colaborar – umas vezes bem outras nem por isso – com “rappers”. Ainda estou em dúvida se este tema é sobre canibalismo ou sexo oral, mas aceito qualquer das duas interpretações.

Tudo indica que este disco terá aquele cheirinho à Pop do início dos anos 90 mas com as maravilhas da produção actual. Nada que interesse muito depois da performance deste puto que a Katy Perry deu a descobrir ao mundo:

E pronto ‘miga, sinceramente estou a gostar. Estranhei sim senhora mas agora já ando aí a cantarolar “swish swish bitch, another one in the basket” e acredita que até dá jeito.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share