Scarlett Johnson, a mudar para melhor o cinema adulto português

Scarlett Johnson é um dos nomes fortes da produtora portuense Sex Planet que está a revolucionar o cinema adulto português. Como é uma riqueza, deu-me esta entrevista exclusiva e 10 minutos no fim para que não me envergonhasse ao levantar da mesa em público.

Olá Scarlett, antes de mais deixa-me agradecer por tudo o que tens feito pelo cinema português e desculpa-me estar com o casaco no colo mas tem mesmo de ser.
Sei que já respondeste mil vezes a isto, mas explica-nos de onde vem o teu tão peculiar pseudónimo?

Olá “zangado” se bem que… parece-me que não estás assim tão zangado hoje… (risos) pareces bem animado! Bom mas adiante, muito obrigada pelo convite.

Essa pergunta é engraçada de responder, na minha primeira filmagem que foi para a MarcDorcel, grande produtora francesa, eu não tinha ainda um nome definido e no fim de terminarmos uma das cena em pleno Algarve, estávamos num momento de descontracção numa esplanada a tomar um sumo de laranja e a comer um pastel de natal. E nisto o produtor, o Luka Pascal, vira-se e diz “Scarlett”, com o seu sotaque francês, eu ia-me engasgando (sou grande fã da actriz), comecei a virar a cabeça e a percorrer com o olhar a rua à espera de ver a minha ídolo, e ele só se ria, eu não ia perder por nada a oportunidade de lhe pedir um autografo, Scarlett Johansson no Algarve, era épico!

E foi quando ele disse “no, no. You!” E eu meia baralhada pedi para me explicar e foi quando ele disse que eu me deveria chamar Scarlett, claro está pelas parecenças que temos, desde pequena e mesmo família e amigos sempre me acharam parecida com ela e pronto, brindámos com sumo de laranja e nasceu a Scarlett 🙂

Nunca tiveste problemas em mostrar o rosto (e fazes muito bem que és toda gira wink-wink) mas confesso que a parte de mostrar a cara é o que ainda não me fez abraçar a profissão de actor pornográfico.
É porque ganhas dinheiro que chegue para não querer saber da opinião dos outros?

(risos) Mais uma pergunta que tenho todo o gosto em responder, e por gosto digo tudo; em Portugal quem está nesta profissão ou é por gosto e admiração pelo trabalho que faz em frente das câmaras, ou então não vale a pena! Não se ganha assim tanto e não há tantas produções que façam com que uma pessoa viva só disto, por isso muitos de nós têm segundos empregos. O facto de mostrar a cara é porque me considero uma actriz de carácter profissional e não só nesta área mas em tudo na minha vida nunca me preocupei com a opinião de terceiros.

Como saberás, os sites de streaming gratuito acabaram por prejudicar muito pequenas e grandes produtoras nas suas vendas, mas por outro lado, consegue-se agora uma exposição como nunca antes. Como vês os Pornhubs e afins? Algo positivo ou negativo?

Sim é verdade, se a maioria do público tivesse uma maior consciência desse tema e subscrevessem mais aos sites das produtoras de filmes, mesmo as pequenas produtoras teriam mais facilidade em atingir o seu patamar, isto levaria a melhores e mais produções, melhores cenários, melhores filmes e claro, melhores actores e actrizes. Principalmente aqui em Portugal.
Eu considero o Pornhub e afins como sites “alternativos”, é tudo uma questão de gostos.

Dia 21 e 22 de Abril estarás no LifeClub em Vila Nova de Gaia e és também presença habitual em eventos como o ErosPorto. Como é o contacto com o público? Ainda há homens confusos sobre limites ou isso também está a mudar?

Olha por acaso como tenho dito várias vezes eu adoro o público e o contacto com o mesmo, a minha primeira vez em publico foi no festival de Alicante em 2013 mas também não me assustou em nada.

Pelo contrário sinto que é das melhores coisas para abrir mentes é subir a um palco e falar com as pessoas, ou mesmo no momento de tirar uma foto com alguém e dar autógrafos, muitas vezes esses segundos bastam para fazermos a pessoa ter uma “ideia” diferente daquilo que nós somos, num sentido positivo ou seja, deixamos de ser vistos como “máquinas de sexo”, mas sim, como pessoas. E isso é muito importante para conseguir mudar mentalidades.

Até ao momento nunca houve ninguém que passasse dos limites, mesmo tendo os shows de interação com o público da sexplanet como foi o caso no Erosporto, mas atenção com interação não quero dizer sexo ok? nós tocávamos nas pessoas no sentido em que íamos para cima do público, pedíamos para nos agarrarem no cabelo, ou nas pernas por exemplo e muitas vezes até tínhamos que dizer com mais garra “vá agarra sem medos”, porque o pessoal ficava meio envergonhado. No fundo nunca foi feito nada assim e as pessoas estavam completamente embasbacadas com o que se estava a passar, foram dias muito intensos, tivemos os shows sempre com lotação esgotada e o melhor de tudo, darem-nos os parabéns no final e dizerem “foi a minha melhor noite de sempre, muito obrigada por nos divertirem!” isto para mim é a motivação para continuar e fazer mais e melhor 🙂 tanto que a Sexplanet irá estar no LifeClub precisamente pelos pedidos que houve no Facebook e Twitter de voltarmos a repetir a dose. E claro, nós como gostamos, vamos!

E por falar nisso, como tem sido recebida no estrangeiro esta nova onda de pornografia made in Portugal?

Bom no estrangeiro a Sexplanet irá estar pela primeira vez no festival erótico de Madrid em Junho e claro em Outubro estaremos presentes no de Barcelona. Por isso ainda não te consigo responder a 100% mas podemos combinar e voltar a falar no final do ano quando tivermos participado em mais eventos e com mais novidades que aí vêm.
No entanto, no Erosporto o público não foi todo português, tivemos muitos estrangeiros e principalmente mulheres a aplaudirem de pé os nossos shows, por isso acho que estamos a dar cartas.
Posso falar a nível de distribuição de filmes que tem corrido muito bem. Há muita gente a admirar o trabalho daSexplanet e principalmente o mercado brasileiro e americano que já anda de olhos postos em nós precisamente por procurarmos fazer um produto à semelhança do deles. Qualidade, representação, bons cenários e temas variados.

Deixa-me partilhar isto contigo: sempre que abro o pornhub fico espantado com a quantidade de filmes porno que já existem. Será que ainda precisamos de mais?
Na tua opinião ainda é possível criar algo de realmente novo?

Deixa-me perguntar-te: quando vais ao cinema, ou pesquisas por sites de filmes, ou ligas o canal da Hollywood ou da tvcine achas que é demais?
É aqui que temos de nos focar, no cinema!
Para mim existe dois tipos de porno, o de cenas e o de filmes. Ou seja, pode haver cenas soltas apenas de sexo, ou pode haver um filme com a sua historia e a sua representação que depois no meio disso faça sentido haver uma cena de sexo.

Outra dúvida existencial minha; porque é que uns bons 50% dos filmes acabam sempre com cumshots na cara das catraias? Achas que de alguma forma ainda tem a ver com algum tipo de inferiorizarão da mulher ou, pelo contrário, quem manda e sempre mandou realmente na pornografia são as actrizes?

Tens de ir ver os filmes da Sexplanet para perceber que isso está a mudar (risos).

O tema de que falas da inferiorizarão da mulher dava-nos tema de conversa para até amanhã de manhã… eu adoro ouvir a Amarna Miller (actriz espanhola, feminista e cidadã do mundo, como ela própria se intitula), tem muito vídeos e entrevistas dadas sobre temas como este. E com ela eu concordo com o facto de que, tem de haver mais filmes, tem de haver mais porno a ser dirigido por mulheres! Porque assim se consegue uma imagem diferente das coisas. Para haver mudanças tem de vir de dentro da indústria.

Ok então temos 50% de filmes com o cumshot na cara da actriz, mas será que no momento de realização do filme a actriz sugeriu algo diferente? Não somos robôs, as filmagens não são tao “frias” assim, que tenhamos apenas de fazer o que é dito, daí eu referir também que a mudança tem de vir pela parte das próprias mulheres. A mesma questão com os pêlos da zona púbica. Se o produtor não diz explicitamente que a mulher tem de estar depilada porque assim o convêm á cena, então a actriz não é obrigada a depilar-se, pode fazer os desenhos na sua “menina” que bem entender, temos de perceber que somos sempre donos do nosso corpo e acima de tudo temos de nos sentir bem com aquilo que fazemos e na nossa pele.

E por falar em catraias! Alguns dos teus melhores momentos – na minha humilde opinião – são com outra actrizes. Há alguma actriz com que gostasses particularmente de contracenar?

(risos) muito obrigada. Isso é sinal que és um fã de lésbicos? (risos) bom a minha actriz favorita é a Alexis Texas por isso é claro que adoraria fazer uma cena com ela. Mas aqui bem mais perto temos a Susana Melo que é excelente a contracenar, uma rapariga super dinâmica. Mas tenho um cantinho no coração muito especial e guardado para a minha querida Jimena Lago, espanhola, tive oportunidade de a conhecer em Espanha quando fui fazer shows ao vivo e trabalhei com ela pela primeira vez, num fim de semana surgiu uma grande amizade, tanto que ela já veio filmar cá a Portugal com a Sexplanet e esteve no Erosporto pela Sexplanet também e claro, mantemos contacto regular.

Ai desculpa, estava aqui já a pesquisar por elas. BOM, participaste (e muito bem) num dos melhores filmes portugueses dos últimos anos (“São Jorge”) como actriz, vá, vestida. Podemos esperar mais de ti no cinema dito tradicional?

(risos) É verdade, participei sim, foi uma semana intensa de rodagens com eles. Tão intensa que a cena não surgiu completa. (risos) Talvez façam uma segunda versão…
Mas sim, eu adoro cinema, adoro representar e adoraria participar em mais cinema tradicional.

Como és a RP da Sex Planet, posso-te deixar aqui uns argumentos que escrevi?
Tenho já pronto o “Vai-me à loja e traz-me o outro”, o “Fake Taxi na VCI” e claro, “Voltas ao Bilhar Grande”. Quais são, para ti, alguns dos melhores títulos do cinema adulto português?

(risos) verdade, agora puseste-me em trabalhos, se quiser usar esses títulos vou ter de te pegar os direitos de autor (risos) quem sabe não arranjo para ti trabalho na parte da gestão de conteúdos e ficas responsável pelos títulos!

‘Tá aqui o CV!!

Bom para mim o melhor titulo é o “estás aqui, estás aprovado”, e sim, é da Sexplanet! Mas não é so o facto de ser da Sexplanet que faz deste um titulo especial para mim. Eu considero a Sexplanet quase como o meu “bebe”, vi a produtora crescer e tenho estado presente nos bons e nos maus momentos, e esse titulo foi do primeiro filme, que tem uma historia super engraçada e um elenco brutal! Daí eu gostar tanto do titulo porque vai mesmo de encontro à historia do filme e isso é perfeito! É uma das coisas que nos distingue, é fazer títulos que vão de encontro as histórias e não apenas algo comercial para gerar vendas.

Scarlett foi um prazer mesmo muito grande e é por causa disso que vou ficar aqui sentado mais uns minutos, ok?
Para terminar, ia-te pedir que me enumerasses 10 coisas que te deixam mesmo muito Zangada e claro, um e-mail para que todos nós te possamos enviar mais Dick-Pics que certamente recebes pouco disso.

Obrigada eu pela conversa, precisas que te traga gelo? (risos)

Sabes que as coisas mais comuns que pelo que falo com actrizes e pela minha experiência vejo, é recebermos fotos dessas a toda à hora, no email, no twitter, no instagram, no facebook… ao pequeno-almoço ao almoço e ao jantar. Etc etc

Eu quero acreditar que o fazem apenas por ingenuidade (risos) e por isso respondo sempre. Sabes como? Envio sempre fotos do meu pequeno-almoço, almoço ou jantar e digo “obrigada mas já estou servida”. As pessoas tem de compreender que somos pessoas normais, que temos vida, família, trabalho e que não respiramos nem pensamos em sexo 24h sob 24h horas por dia. Mas pronto…também compreendo por causa da questão da “fantasia” que criamos na cabeça de quem nos vê atuar.

Ora 10 coisas que me deixam zangada…
1- Fazerem-me esperar (sou muito impaciente e super pontual)
2- Maus tratos animais
3- Bilhetes de cinema esgotados (adoro ir ao cinema e quando não consigo ir ver naquele dia o filme que quero, chateio-me claro)
4- Comida fria (não suporto, nem de verão.)
5- Secadores de cabelo dos hotéis com pouca potência (quando me esqueço do meu em casa e o do hotel não é bom, fico absurdamente zangada enquanto tento de alguma forma domar o meu cabelo)
6- Telemóveis/pc que avariam ou não ter internet (como RP estou em constante contacto com a tecnologia e já me aconteceu perder trabalhos e fico mesmo zangada…)
7- Deitar-me tarde e o despertador avisar de que vou dormir menos de 8 horas (há hipótese de desactivar essa função?)
8- Tentar fazer a sesta e o telefone ou a campainha me incomodarem (sim verdade…eu vivi em Espanha uns anos e por isso mesmo fiquei adepta da famosa “siesta” .
9- Greve dos transportes (principalmente quando tenho de ir ao centro das cidades…não gosto de conduzir em grandes confusões).
10- Acontecimentos negativos não planeados (pois é…sou um bocado controladora do tempo e tenho sempre planos a,b,c,d, quando algo sai do meu controlo é difícil de lidar.

Olha que essa do despertador do telemóvel é bem verdade!! Vou pesquisar sobre isso. Muito obrigado pela tua simpatia e pelo decote que trazes hoje.

Uma vez mais, muito obrigada, um beijinho grande, divirtam-se, façam muito sexo seguro e sejam felizes 🙂

E como já sei que nunca mais queres deixar de seguir a Scarlett, aqui fica o seu Twitter e Instagram oficiais. Já agora espreita também o site da SexPlanet e vê se apoias o cinema português!

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *