Os dois motivos que obrigam Donald Trump a não atacar a Coreia do Norte

Jovem, queres perceber porque é que o Donaldo ainda não bombardeou a Coreia do Norte? Anda cá que o Zangado explica-te isso rápido, rápido.

Primeiro Trump disse “ai vou já mandar para aí um dos meus barcos fantásticos”. Afinal o tal Navio seguia em direcção à Austrália… não à Coreia. Bom, mas a essas coisas já vamos ficando habituados. O problema do cão que ladra mas não morde Coreia do Norte prende-se com dois factores principais:

COREIA DO SUL

A menos que os EUA limpem do mapa (sim Nuclear, claro) toda a Coreia do Norte, ao primeiro bombardeamento, a terra do gordo vai pura e simplesmente atacar com tudo o que tem o seu país vizinho e rival há décadas. E sim, os tais mísseis dos do Norte mal chegam a levantar voo, mas são mais do que suficientes para acontecer uma tragédia aos Sul-Coreanos.

CHINA

A mesma protecção que os Russos dão ao Assad, dá a China à Coreia do Norte. Caso não saibas a Península Coreana é mesmo muito “fértil” em minérios essenciais para a construção de tecnologia (talvez daí o interesse dos States na região). Ora, como disse Donaldo: “falei com o presidente Chinês durante 10 minutos e realmente a Coreia não é um assunto fácil”.

É uma riqueza de inteligência, este Donaldo não é? Bom, portanto, se a Coreia do Norte for atacada a China terá que responder. São espertos o suficiente para deixarem o gordito ditador Coreano ir com os porcos mas poderão, em caso de ataque Nuclear, perguntar à ‘Mérica como é dos tratados que os States violariam ao perpetuar tal ataque sem que o gordito faça nada para além de abrir aquela boca com mau-hálito.

E pronto, eis o impasse de Donaldo. Como vai acabar esta história? Pessoalmente preferia ver estes dois, Donaldo e Gordito, num ringue até à morte. Mas como isso é pouco provável, olha, spoiler alert: vai morrer gente.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share