Ciência confirma: cerveja deixa os homens mais inteligentes

Muita gente pergunta-me “ó Zangado, como é que tu és tão mas tão inteligente?” ao que eu respondo sempre com “vai-me buscar uma mine que já t’explico”.

Vá lá que de vez em quando a ciência ainda vai servindo para alguma coisa. A pesquisa feita pela Universidade de Illinois, em Chicago, concluiu que, após ingerirem algumas cervejas, os homens conseguiam resolver mais jogos de quebra-cabeças, e mais rápido, do que os seus oponentes sóbrios.

Aliás, o grupo que ingeriu cerveja resolveu 40% mais jogos. E levaram também 12 segundos para resolver cada problema, enquanto o grupo que não bebeu gastou 2,5 segundos a mais.

MAS PARA QUÊ?!

Dos espiritistas (daí se chamarem bebidas espirituosas) a famosos políticos, passando por muito artista, é antiga a vontade de expandir a mente com o álcool. Até hoje a ciência diz-nos que dificilmente o álcool permite laivos de genialidade cerebral mas a verdade é que esta pesquisa lança uma nova luz para tentar explicar por que escritores com problema de alcoolismo, como por exemplo Ernest Hemingway ou Charles Bukowski, produziram obras artísticas de grande valor criativo.

Eu pelo sim, pelo não, enquanto a ciência não se decide vou bebendo umas jolas só para garantir que o QI está afinadinho.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share