Perfume com fluídos vaginais? Claro que já existe.

Foi criado pela norte-americana Allison Ramirez e contém, para além de almíscar ou ambergris, os seus próprios fluídos vaginais. Diz ela, que é um máximo.

Na revista Cosmopolitan, a jovem com 29 anos, de Los Angeles, explicou como criou o perfume e que testou o poder das feromonas femininas em vários encontros com homens.

Allison leu duas obras (‘The Joy of Sex’ e ‘Aphrodisiacs’), que abordam a temática dos odores femininos e como antigamente as mulheres usavam gotas de fluídos vaginais nos pulsos, mas quis experimentar em laboratório e criar um perfume a sério.

No Institute of Art and Olfaction, a jovem aprendeu que os fluidos corporais são muito voláteis para serem usados numa fórmula mas recomendaram-lhe outros odores que podiam ajudar na missão de criar a fragrância irresistível a todos os homens.

Usou cedro, rosa e um concentrado sintético de almíscar. Depois de ter a fragância criada, passou a aplicá-la e, em seguida, a molhar um cotonete na vagina, passando-o nos pulsos.

Allison conta que usou este perfume em três encontros e todos eles foram um sucesso. O primeiro encontro acabou com ela e um amigo de longa data aos beijos num bar e com ele a dizer-lhe ao ouvido “O teu cheiro deixa-me louco”.

Se isto não te convence a gastar 70 euros em 50ml de algum líquido, não sei o que fará.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share