Stephen Hawking: a humanidade não durará mil anos

Excelentes notícias! O professor Stephen Hawking diz que se não encontrarmos um novo planeta para viver, em mil anos vamos com os porcos!

Eis a resposta a um dos mais fortes dilemas que vi na Internet: “Porque gastar tanto dinheiro com a exploração espacial se ainda nem sequer inventamos chocolate que não engorde?!”

Pelo vistos, porque temos mesmo de nos pirar daqui. Da escassez de recursos à poluição, o cientista prevê que nem duremos mil anos até uma extinção em massa da nossa espécie.

Disse ainda que as gerações futuras serão uma cultura robotizada a combater as alterações climatéricas mas acredita que tal não será suficiente. A alternativa? Ir destruir outro planeta qualquer.

Como se isto não fosse mau o suficiente o homem prevê ainda que a inteligência artificial acabará por alcançar a biológica. Ou seja, não existirá diferença entre ambas o que, na sua opinião, poderá mesmo tornar o Exterminador Implacável e a sua Skynet em algo muito real.

Por outro lado, refere também que todos os milhões que estamos a gastar em desenvolvimento de Inteligência Artificial poderão revolucionar o mundo num futuro próximo e tornar-se mesmo um dos mais importantes marcos da humanidade.

Em suma, concluiu, a inteligência artificial poderá ser a pior ou a melhor coisa que alguma vez fizemos.

Pelo que todos sabemos da humanidade, mais vale apostar na auto-destruição, tu não achas?

Share

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share