A origem de fulano, cicrano e beltrano

Ó fulano, sabes se o Paulo vem? Epa, não, acho que saiu com cicrano e beltrano. É das coisas que mais se ouvem por aí. Mas e a origem? Fui investigar.

São mencionados regularmente juntos mas tudo indica que cada um terá uma origem diferente. A saber:

“Fulano” vem do árabe fulân, que significa “tal”. Com o domínio árabe sobre a península Ibérica durante a Idade Média, a língua influenciou os vocabulários espanhol e português. Por volta do século 13, os espanhóis usavam “fulano” como pronome: fulana casa (tal casa), fulano sujeito (tal sujeito). No português, “fulano” transformou-se em substantivo, e até derivou para a forma “fuão” em Portugal.

“Beltrano” vem do nome próprio Beltrão, ou Beltrand, de origem francesa, que se popularizou graças às novelas de cavalaria da era medieval. O nome acabou por adquirir a terminação “ano” influenciada pelo “fulano”, que nessa época já estava na boca do povo.

A origem de “sicrano” é mais difícil de precisar. O termo surgiu quando fulano e beltrano já estavam consolidados na língua portuguesa. Há três hipóteses para a origem: “sicra” pode tanto se tratar de um derivado da palavra securu, do latim, do desfiguramento de um nome próprio ou ainda de uma mistura de zutano e citano – equivalentes a “fulano” e “beltrano” em espanhol.

E pronto, foi o momento cultural da semana, logo que possível voltaremos às porcas da casa dos segredos. Continuação não-sei-quem.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share