Tenta assaltar cabeleireiro, leva uma coça e vira escravo sexual

Eis a minha história preferida desta semana. Um homem tentou assaltar um cabeleireiro, levou uma patada na boca, foi preso e obrigado a tomar Viagra e, coitadinho, violado durante 3 dias.

Meshchovsk fica na Rússia e é muito provavelmente o meu próximo destino de férias. Viktor Jasinski, de 32 anos, resolveu assaltar o salão de beleza de Olga Zajac, de 28 anos. A coisa correu-lhe mal porque Olga deu-lhe um grandessíssimo pontapé na boca e acabou por prender o ladrão ela mesma. Se chamou a polícia? Evidentemente que não.

Manteve o gatuno amarrado durante três dias, dando-lhe comida, água e… Viagra. E como é que sabemos isto? Porque Viktor, o ladrão, foi primeiro ao hospital, pois estava com os testículos inchados, e, em seguida, à polícia, onde explicou que tinha sido mantido refém pela cabeleireira. Depois de muitas gargalhadas entre-dentes, a polícia lá investigou e acabou por deter ambos.

“ai ó Zangado, esta história não me parece verdade!” Foi o que pensei e depois de muitos sites russos e umas horas de Google Translater descobri que sim, aconteceu de facto, mas em 2009. O que quer dizer que a cabeleireira já estará, provavelmente, solta. Ou seja, toca a pesquisar pelo consulado Russo para ver como trato dos vistos e do passaporte.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *