Finalmente uma cerveja produzida com bactérias vaginais

Olá e bem-vindo/a ao melhor da Internet esta semana. Então não é que alguém teve a brilhante ideia de produzir uma cerveja recorrendo a fermentação com, dizem eles, bactérias 100% seguras e naturais? Por muito que goste de cerveja, eu cá não vou arriscar.

A cervejaria polaca Order of Yoni pretende lançar uma cerveja feita com bactérias que produzem ácido láctico encontradas naturalmente na vagina, baptizada de “Bottled Instinct” (“Instinto Engarrafado”, em tradução livre).

Este precioso líquido da monaita (como eu lhe chamo), terá na seu primeiro lote de 16.600 garrafas, as bactérias vaginais extraídas da modelo checa Alexandra Brendlova.

A empresa garante que seu produto não terá qualquer cheiro ou gosto que não seja o da cerveja, e que apenas será aromatizado com o “instinto” feminino da modelo.

Para a produção da bebida, a Order of Yoni lançou uma campanha de financiamento colectivo, mais conhecida como crowdfunding, com o intuito de obter o capital necessário para manter o projecto. Não sei se vai correr bem. Apesar do reboliço online que já está a causar, muita gente parece mais enjoada do que outra coisa com a ideia.

Aqui fica o vídeo promocional e o link para quem quiser ajudar nos 150 mil dólares que estes sabichões querem juntar.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share