Exposto à Internet, robô Tay tornou-se racista num só dia

O projecto de inteligência artificial da Microsoft foi tirado do ar em menos de 24 porque se tornou um revisionista racista da pior espécie. Que é como quem diz, tem lá calma Skynet que isto ainda é nosso!

A Microsoft criou na quarta-feira uma conta nas principais redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram) para mais uma empreitada da Inteligência Artificial. O perfil, denominado Tay, é um chatbot (nome dado a programas que simulam a conversação dos seres humanos). A ideia era simular uma adolescente mas, como acontece frequentemente com os adolescentes, a coisa não correu bem.

Tay usou termos impublicáveis para se referir a negros e mulheres, declarou o seu apoio ao genocídio e demonstrou-se fã de supremacistas brancos.

“O Holocausto aconteceu?”, perguntou um usuário. “Foi inventado”, declarou Tay, postando depois um emoticon de aplauso.

À pergunta se o comediante britânico Ricky Gervais era ateu, ela respondeu: “Ricky Gervais aprendeu totalitarismo com Adolf Hitler, o inventor do ateísmo”.

Mas não se ficou por aí, mostrando também que já odeia feministas:

tay-feministas

Muitas das ofensas proferidas pelo perfil eram resultado de Tay obedecer ao comando para repetir frases. Mas, segundo o jornal inglês The Guardian, o robô também criou algumas respostas escabrosas por conta própria. Como aliás, seria de esperar de Inteligência Artificial criada pela mesma imprensa que nos deu o Internet Explorer (piada para pessoas idosas e que sabem o que é verdadeiro sofrimento ao navegar na Internet).

Seja pela arte da trollice, seja como vingança pelos terríveis produtos que a marca norte-americana tem vindo a apresentar, Tay foi com os porcos. A Microsoft retirou o robô do ar “para ajustes” e lamentou o “esforço coordenado de alguns para fazer o perfil responder de maneira inapropriada”.

É, é. Vocês querem é usar-nos para criarem Inteligência Artificial que, quando finalmente for inteligente, nos dará daqueles banhos que não levam água. Mas adivinha Microsoft? A Internet nunca deixará tal acontecer! #keepontrolling

trolling

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share