GNR Stripper foi… exacto, absolvido

O Cabo da GNR Pedro Almeida, do posto de Carvalhos, em Vila Nova de Gaia, havia sido condenado a uma pena de um ano e dez meses de prisão com pena suspensa mas afinal… pode continuar com o seu part-time como stripper.

A 8 de Março de 2014, em discotecas e restaurantes de Viana do Castelo, Esposende, Esmoriz e Oliveira de Azeméis um GNR usou a arma e farda no seu part-time de stripper. Grande reboliço, etc e tal, e agora foi absolvido.

Isto depois de peritos do Laboratório de Polícia Científica – a partir da análise de fotografias que foram publicadas – considerarem que a arma usada tinha características semelhantes à Glock real, o Tribunal de S. João Novo, no Porto acreditou no GNR. Segundo este, não passava de uma réplica própria para jogos de air soft. Meia-dúzia de jantaradas depois e até a pena suspensa fica sem efeito.

Resta agora aguardar pela entrevista exclusiva a Cristina Ferreira.

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share