Alguém roubou a cabeça do realizador de Nosferatu, F.W. Murnau

A cabeça do falecido realizador de Nosferatu, F.W. Murnau, foi roubada do túmulo da sua família, num cemitério da cidade de Stahnsdorf, na Alemanha.

A história que parece ter saído de um dos filmes do realizador: os ladrões abriram um caixão de metal para ter acesso ao corpo embalsamado de Murnau, segundo foi publicado pelo site da revista Variety. Já o jornal Spiegel reportou que resíduos de cera foram encontrados próximos ao túmulo, o que apontaria para alguma relação com «ocultismo». Os caixões dos seus dois irmãos, que ficam ao lado, não foram violados.

Lançado em 1922, «Nosferatu» é uma adaptação não-autorizada do romance «Drácula», de Bran Stoker e tornou-se num clássico do cinema mudo.

Murnau era conhecido pela sua excentricidade e trabalhou em Hollywood durante muitos anos, sendo responsável por muitos filmes de… perder a cabeça! Percebeste? “Perder a cabeça”? Eu sei, eu sei.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share