GNR processa cidadã por comentário no Facebook

Aqui estão provas conclusivas que os nossos queridos da Guarda Nacional Repúblicana fazem valer o seu salário: andam no Facebook a ver quem diz mal deles. E quem o fizer, agora, arrisca-se a levar com um processo em cima (ou uma cacetada se for adepto do glorioso).

Para além de actualmente parecem vilões do Star Wars, os nosso polícias andam sensíveis. Uma mulher foi alvo de uma multa de estacionamento de 30 euros. Depois do episódio fotografou o carro patrulha usado pelos agentes e publicou a imagem na rede social, mostrando que este estava estacionado no mesmo local que lhe tinha valido a multa, referindo que os militares estacionaram no local para ir comer a uma pastelaria e deixou algumas acusações, referindo termos como corruptos ou corrupção.

A publicação teve sucesso e em poucas horas foi partilhada cerca de 15 mil vezes, acabando por ser vista pelas autoridades, sempre atentas ao que fica viral nas redes, que decidiram agir, relata esta terça-feira o Diário de Notícias.

O comando da GNR de Faro fez saber que avançou com uma queixa-crime junto do Ministério Público e a mulher pode agora ser condenada por difamação.

“Trata-se de um comentário lesivo para os militares que estiveram envolvidos, mas também para a instituição. Os apelidos que são utilizados traduzem um comprometimento daquilo que são os valores e os princípios institucionais da Guarda”, justifica Diário Marco Cruz, da Divisão de Comunicação e Relações Públicas do Comando Geral da GNR.

Agora já sabes, paga-lhes o ordenado e fica caladinho senão… EDITADO: venho por este meio lamentar esta notícia e dizer que a GNR é espetacular e… diga, diga. Ah, e dizer que são gente impecável que jamais faz mal a alguém… e… eu digo, sôr agente, eu digo, e que a mulher é que uma vacarrona.

gnr-estacionamento

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share