One Woman Show, por um mundo melhor

Não gosta de touradas, dos pró-vida e em especial, do PNR. Quer justificar a sua própria loucura comprovando que a sociedade é pior nos comentários da Internet do que no Humor Negro. Ainda por cima, tem um programa no Canal Q para sustentar os complexos de grandiosidade. Depois de semanas de espera e emaranhados legais e subornos na forma de ansiolíticos, One Woman Show em discurso directo.

10888629_661183273991329_2403613707660337221_n

One Woman Show. É porque não gostas de trabalhar em equipa?

Eu adoro trabalhar em equipa, especialmente com governo e com a sociedade em geral. Gosto de considerar que trabalhamos a meias nisto. O nome da página One Woman Show é porque gosto de pensar em mim como uma artista de variedades.

Menstruação. É porque deus não gosta das mulheres?

De mulheres e de homens, já que a menstruação é a desculpa perfeita para a abstinência. Crianças sempre foi mais a cena dele.

Sendo tu uma ocidental branca, que mal te faz o PNR? Consideras que um Portugal ainda mais racista não seria perfeitamente positivo?

O PNR é um ódiozinho de estimação que tenho, a juntar à malta da prótoiro e à malta do Próvida. As ironias dos prefixos irritam-me.

Também lês muitos comentários parvos na Internet. Não tens medo, à semelhança dos psiquiatras, que tanto contacto com a insanidade mental te faça mal no longo-prazo?

Já faz a curto-prazo. Especialmente ao refluxo. Não ganho para o Gaviscon. Mas a verdade é que toda a recolha que faço para o #JogoDoTanso tem um propósito, sei que não parece, mas tem. Gosto de achar que tenho um papel pedagógico, provando às pessoas que o humor negro não é assim tão ofensivo comparado com tanta “boa gente” que temos por aí.

É verdade que, como nos mostrou o “Levanta e Ri”, quem tem ovários não consegue ter piada nenhuma ou nota-se muito que foi o Toy que escreveu uma parvoíce de pergunta destas?

O humor é como os anjos, não tem sexo. Mas sim, é de facto um mundo estatisticamente masculino e as pessoas não estão habituadas a estar perante uma comediante. As mulheres têm tanta graça como os homens, o que estraga é a necessidade de mostrar que têm mais graça que eles como quando se refugiam nas asneiras, porque é moderno uma mulher dizer asneiras, ou mandar piadas de guerra dos sexos. Agora foi sério isto.

one-woman-show-cavaco-silva

Porque é que ainda não apresentaste o CC na Sic Radical? Não é obrigatório começar por aí?

Simples. Porque ainda não me convidaram. Despedi-me do meu day job há pouco tempo, por isso, Boucherie, se estiveres a ver isto, que não estarás certamente, liga-me. Prometo-te que sei ser jovem e divertida!

Apresentas qualquer coisa num canal que eu não sei onde se vê. É satisfatório ou estás a considerar um part-time no telemarkting?

Nem tu nem os meus pais, na verdade. Tenho a melhor rubrica de sempre no Canal Q, o #JogoDoTanso..que é basicamente um concurso que elege os comentários mais nojentos da internet a um assunto. Mas como te disse anteriormente, eu despedi-me do meu dayjob. Era publicitária, que é cada vez mais uma forma de telemarketing, por isso voltar seria renunciar à sabática que tirei. Mas, Boucherie, liga-me.

Os Açorianos e Madeirenses devem ou não ser considerados portugueses?

Se tiverem vontade de se incluir e se começarem por aprender a língua, sim. Não sou do PNR.

Admitiste ter votado no Cavaco Silva. Argumentaste com a idade e afins, mas de que maneira afectou tal revelação a marca One Woman Show? É verdade que já há empreiteiros reformados à tua porta a exigir o dinheiro deles de volta?

Ainda hoje tenho pessoas que independentemente do que escrevo, ainda destilam ódio sobre isso. Sendo que pela quantidade de pessoas que ficou indignada, é estatisticamente impossível que algumas não tenham cometido o mesmo erro. Sinto que às vezes, a Maria Cavaco Silva é a única pessoa que me percebe.

10994637_701896629919993_4713358788048630066_n

Reproduzir e votar sem antes passar um teste psicotécnico que valide capacidade para tal, obrigatório por lei?

Sim. A selecção natural devia ser um teste psicotécnico.

One Woman Show, o que diz o teu histórico do browser?

Acredito que mais do que “o que dizem os teus olhos”, esta pergunta pode dizer muito mais sobre uma pessoa. O meu divide-se entre coisas variadas e muito coerentes, “Passos declarações 2011”, “Os 3 pastorinhos” e “Percentagem de mulheres que fingem orgasmos”.

Enumera, por nível de irritação, as dez coisas que mais te zangam.

Esta entrevista.
O Quimbé.
O politicamente correcto.
O extremismo e o fundamentalismo.
O Barcklays Card.
O infértil mercado cultural.
A ignorância das massas.
O circo e o jardim zoológico.
Pessoas que conduzem sem saber o código da estrada.
Quando peço um café normal e vem curto demais.

Não que já não tenhas gente zangada a mais no teu feed, mas aqui fica https://www.facebook.com/the1womanshow ou usa o Google e ajuda a rapariga a ficar conhecida senão ela fica ainda mais áspera. É escrever google.pt e depois o nome e carregar em Enter.

Share

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share