Dossier Angélico: Miguel dos Ferraris afinal não era boa pessoa

Tenho acompanhado com o interesse que o Google Trends exige o caso Angélico Vieira (ver mais). Era uma espécie de actor/músico/dançarino/sex-symbol que ficou conhecido nos Morangos com Açúcar e como quase todos os que por lá andaram, está morto.

Agora sabe-se que o antigo mecânico de Angélico Vieira está a ser investigado por burlas a famílias de milionários, diz o Correio da Manhã. O ex-mecânico, de 45 anos, foi detido pelas autoridades numa investigação que permitiu desmantelar uma rede de furto, viciação e revenda de viaturas.

Conhecido com o espetacular apelido ‘Miguel dos Ferraris’, terá recebido um Rolls-Royce e um Jaguar da família Teixeira Duarte para reparação e não os devolveu. Para além deste caso, o antigo mecânico terá também enganado os proprietários das ourivesarias Torres, explica o Correio da Manhã.

Em causa está também o caso de Angélico Vieira: Foi ‘Miguel dos Ferraris’ que apresentou Augusto Fernandes (dono do stand de onde saiu o carro no qual o cantor teve o acidente fatal) a Angélico e suspeita-se que o mecânico tenha ficado com um Audi A4 do artista, automóvel que a família de Angélico só recuperou pouco antes de morrer.

‘Miguel dos Ferraris’ está em prisão preventiva e é suspeito de “11 crimes de burla qualificada, cinco de receptação agravada, 11 de falsificação de documento, um de furto qualificado e um de extorsão”, mas pelo menos tem um nome excelente para usar na prisão.

Jesus Take the Wheel

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share