Little Miss Weird (fotos de biquíni no interior)

Para começar: não há fotos. Mas tem calma. Little Miss Weird é bem mais do que um sex-symbol português. É também uma grande dor de cabeça para o Claúdio Ramos que inclusive perguntou ao advogado se dava para pedir ao face para lhe apagar a página. Sem que tal se possa confirmar, passei desinfectante nas mãos e entrevistei a Little Miss Weird para dar a conhecer aos milhões que me lêem o muito talento que anda por aí à solta.

Olá Little Miss Weird. Como foi o almoço hoje?

Olá boa tarde. É um prazer ser entrevistada por alguém zangado, não é de todo weird.
O almoço foi ótimo, massa estendida com redução de tomate, derivados do leite e carne fumada. Para leigos, foi pizza de queijo e fiambre

Porque é que odeias a tua língua materna e tens um nome em inglês?

Não odeio a língua materna, até porque não odeio a minha mãe. No entanto, escolhi um nome inglês porque ambiciono dominar o mundo e, desta forma, será mais fácil compreenderem-me.

10919042_346374978901161_1368578811549517191_n

Tens Twitter e Facebook, mas claramente dás mais tempo ao Facebook. É por causa dos jogos?

Sim, não passo sem tratar dos meus porcos e cabras no Hay Day. O Twitter no fundo quer calar as pessoas, com o seu limite de 140 caracteres, #JeSuisCharlie.

Ao contrário de outras celebridades com páginas no face, não há selfies tuas na tua. É porque és feminista?

fanny-mamasNão costumo tirar selfies porque ainda não tenho um stick. Já pedi emprestado à Fanny mas ela ainda não respondeu, na selva há pouca rede.

Achas que está bom em termos de igualdade de direitos, democracia e essas coisas? Ou desde que haja saldos de época está tudo bem?

Não, acho que existe muita discriminação para com uma espécie, que está em ascensão e que tem de começar a ser melhor aceite, os políticos. Tenho muita pena do Mário Soares e do Cavaco Silva em particular. O primeiro porque já morreu em 1990 e não o deixam descansar em paz, o segundo porque acredito piamente que é um boneco e que existe uma mão enfiada sabe Deus/Alá/Shiva/Vishnu/Whatever onde.

Espera lá…Saldos?!? Uau!! Onde?!?

gustavo-santos

Conheces alguém com “Daddy Issues”?

Sim, eu própria, mas estou de momento a consultar o grande Guru Gustavo Santos.

De zero a vinte, classifica os anúncios da Evax.

Apenas 2, são fraquinhos, nunca vi gajas mais felizes por sangrarem uma vez por mês. Só não dou zero porque ainda não estou na menopausa.

Weird é o quê? Por exemplo, é Weird pensar nos primeiros anos de sexo escaldante da Bárbara e do Carrilho nesta fase? Até onde vai, para ti, a weirdice?

O Carrilho não é weird, sofre de deficiência mental, não se deve brincar com isso. Sexo entre eles os dois só seria escaldante se estivessem numa sauna, creio que havia ejaculação precoce ali envolvida.

Weird é basicamente tudo, mas estou convencida que o cúmulo da weirdice é alguém querer entrevistar-me.

Muita gente abre páginas no facebook para tentar vender artesanato que ninguém compra. Qual o teu objectivo? Até onde queres ir? Estás pronta para ter uma entrevista com inuendos sexuais com o Pedro Boucherie Mendes?

Eu fazia umas peças com fósforos mas pegaram fogo. Desisti. Entretanto arranjei outro propósito que já mencionei, pretendo dominar o mundo, pelo que estou a começar pelas mentes dos meus seguidores.

Quanto ao Pedro, não é o sonho de todas as mulheres, homens e Cláudio Ramos?

E ter um ordenado mínimo pago em recibos verdes?

Isso não é weird, é o sonho de qualquer pessoa que aspire ser um Primeiro-Ministro de sucesso.

Há rumores que sofres de ananismo. É por causa do Little?

Do alto do meu 1,65m digo que chego perfeitamente às prateleiras de cima. Little é apenas uma referência à minha conta bancária.

O que te Zanga realmente?

Tenho um problema com erros ortográficos, especialmente os mais básicos.

10998361_344789619059697_1436199233907420615_n

Nota Editorial: a entrevista termina abruptamente porque fiquei sem saldo no telemóvel. Para acompanhar, diariamente, a dominação global da Little Miss Weird fazer o favor de ir aqui: www.facebook.com/lmweird

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share