China pede à população para não comer ratos, morcegos e cobras

A poucos dias dos cidadãos chineses reunirem para comemorar o Ano Novo (deles), o governo da China lançou uma campanha para evitar a propagação de vírus provocados pela ingestão de alimentos “raros”, como ratos, serpentes e morcegos.

O órgão encarregado pela segurança alimentar pediu aos cidadãos para não ingerirem “animais selvagens” e, sobretudo, não inovar, pois em algumas partes do país é comum que tentem surpreender nesta data com receitas feitas à base de animais “não comuns”.

“Ó Maria Chung-Lau, anda provar estes pratinho de moelas de tarântula, que estão, ó daqli.”

Na província de Cantão, no sul do país, os chineses degustam comidas à base de serpentes ou ratos, e por isso o governo pediu que pelo menos as crianças e grávidas – pelo menos! – não degustem “pratos raros”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share