Como assaltar idosos por telefone

De há uns tempos para cá, sempre que quero ver televisão ao domingo, vejo-me com festas populares e a repetição exaustiva de números começados por 760. Porque motivo deixaram de dar os filmes mais baratos que conseguiam comprar à mérica e passaram a oferecer dinheiro às pessoas? Será que é mesmo assim? A cabrita Felícia e eu, fomos investigar.

60 cêntimos mais IVA é, segundo prometem os três principais canais, uma pechincha para os nunca-sei-quantos mil euros que saem ou podem sair, que tanto jeito dão para pagar a dívida, pagar os tratamentos da criança ou mesmo mandar fazer uma lápide toda a mármore italiano.

Isto segundo o Eiró e a Iva e a tipa que levou forte na casa dos segredos big brother especial. Um dos que já deu.
Mas a cruel verdade é que dinheiro nem vê-lo, diz quem ganha o prémio. Antes viagens de sonho inflacionadas para destinos de sonho, mas no Inverno. Leitores de VHS, Torradeiras de classe energética F menos ou mesmo barras de ouro, que como se sabe dão um jeitaço para tudo, são algumas das coisas que perfazem os tais não-sei-quantos mil euros.

Recupera-se portanto a boa velha tradição de armar barraca, dar espaço à suposta boa música portuguesa cantada por cantores a quem nunca ouvi cantar e claro, banha-da-cobra, boa velha intrujice, gatunagem da pior!

Convido por isso aqueles miúdos do anonimato para quando virem disso da vossa terra apitem um coiso barulhento sempre que o apresentador masculino (sim, o Figueiras conta como masculino) diga o tal 760.

Vais dizer que não estavas mesmo à espera de uma causa para te revoltares? Esta é tão boa como as outras e é só ao domingo, por isso é ideal para gente preguiçosa.

Concluo dizendo que o Nuno Eiró assusta-me mesmo muito dentro de quatro paredes, não me surpreenderia se gostasse de coisas muito fora do vulgar.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share