Governo gasta 18 milhões de euros para tornar bófias mais amigáveis

Quem já não tinha dado conta que o azul das fardas da polícia era demasiado marcial e pouco jovial? Para resolver esta calamidade que assombra a nação, Portugal gastará 18 milhões de euros para mudar a cor da farda dos bófias de azul escuro para azul claro.
Aliás, o comissário João Moura defendeu como se fosse o Goucha, que este azul celeste faria toda a diferença. Confirmei e a cor chama-se mesmo “ciano”.

Não é que Miguel Macedo, o gajo da administração interna (que adora Aute-Couture e LaFéria) pediu mesmo uma especialista (não se sabe bem de quê) que também é consultora de programas televisivos de entretenimento, uma tal de Alexandra Simões de Carvalho, que tratasse de tudo. Xana comprova o seu mérito com o seguinte:
“Em Novembro passado tivemos uns agentes com a farda nova e outros com a antiga na Rua da Prata durante 45 minutos. As pessoas apenas se dirigiam aos que tinham fardamento novo”.

Tendo por isso em conta hora e meia de testes numa rua particularmente conhecida por ter gente sensível à cor, acho que está para lá de justificado um mero investimento de 6 milhões de euros ao ano para mudar de um azul maçudo para um azul clarinho.

 

O Raimundo a tentar parecer másculo, sem sucesso.

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share