Polícia paquistanês acusa bebé de homicídio

Um bófia paquistanês foi suspenso por ter acusado de tentativa de homicídio um bebé de nove meses e forçado a sua comparência perante os tribunais, anunciaram hoje as autoridades. O bebé, chamado Mohammed Musa, foi detido no início de fevereiro, juntamente com outros membros da sua família, por atirarem pedras a funcionários de uma empresa de gás natural.

No seu relatório, o polícia Kashif Muhammad qualificou este ataque como tentativa de homicídio, levando cerca de 30 pessoas a comparecer em tribunal na quinta-feira, entre as quais o bebé, que chorava, perturbado, ao colo do seu avô, Muhammad Yasin.

Num Jornal que sai amanhã.

Mais um que escapa à fina malha da justiça. Não é só aqui que os criminosos passam impunes.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share