Primeiro Drone da Marinha Portuguesa afundou-se na Inauguração

A Marinha portuguesa justifica mais uma vez o seu curto orçamento (em 2014) de 2.138,7 milhões de euros em impostos bem empregues. Desta vez, compraram daqueles aviões que os gajos solteiros de 40 anos lançam na praia aos domingos, a que chamam drone. A empresa a Tekever pediu uns meros 200 mil euros por dois destes meninos, bem pagos pela PSP. Evidentemente apresentado por um amigável polícia que claramente viu demasiados filmes ‘mericanos. O voo inaugural, correu assim:

mas melhor ainda é a reportagem do correio da manhã. Este pivô com cara de bêbado ainda deitou mais gasolina:

Share

One thought on “Primeiro Drone da Marinha Portuguesa afundou-se na Inauguração

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share