Berlusconi não quer limpar retretes

Berlusconi está condenado a quatro anos de prisão por fraude fiscal, mas os seus 77 anos de idade vão poupar-lhe os rigores do sistema penal italiano e colocá-lo perante um dilema: ou cumpre a pena em prisão domiciliária, ou mediante a prestação de trabalho comunitário.

Mesmo assim, o antigo primeiro ministro, descontente com ambas as alternativas, procura ser dispensado do cumprimento da pena. A prisão domiciliária sujeitaria quaisquer visitas à autorização do tribunal, limitaria o número das chamadas telefónicas que poderia receber ou fazer, e vedar-lhe-ia inteiramente qualquer actividade política. E a prestação de trabalho comunitário equivaleria ao que o próprio Berlusconi tem vindo a classificar como um trabalho de “limpar retretes”.

Até agora só o fizeram sangrar uma vez, e pouco.

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share